25 de junho de 2010

Ervas medicinais Coajerucu

COAJERUCU (Xylopia frutescens, Aubl.).
Família das Anonáceas. Arvore pequena, crescendo até 7m de altura e pequeno diâmetro, folhas alternas, oblongas, cálice gamosépalo, pétalas lineares e estames indefinidos; o fruto c uma baga obo-vóide, pequena, contendo duas sementes. Fornece também madeira de cor brancacento-castanha, própria para obras internas, cabos de instrumentos agrícolas, carpintaria, mastros de pequenas embarcações, cepas de tamancos e varas de pescar. A casca é perfumada e picante e do líber tiram-se fibras (embi-ra-de-caçador), úteis para cordoalha e cstopa; as sementes também são perfumadas, digestivas, carminativas, estimulantes da bexiga, aconselhadas nos casos de emagrecimento rápido e debilidade, acompanhados de tosses e dores nas costas; também servem para combater o reumatismo, a picada de cobras, o mau hálito e a cárie dos dentes. No passado, conforme experiências realizadas, verificou-se a sua extrema utilidade para o tratamento das afecções catarrais das membranas mucosas e, particularmente das vias urinárias; muito eficazes contra a leu-corréia e as eólicas do estômago.

6 de junho de 2010

Ervas naturais medicinais

Ervas naturais medicinais Cinamomo:
A superstição associou-a aos raios, para dizer que resguarda deles ou, mais comumente, para dizer que os atrai: trata-se de afirmativas sem o mínimo fundamento. Experiências feitas na Índia, e nas quais esta planta serviu de “cavalo” para a Melia Aza-dirachta L., não deram resultado satisfatório devido à velocidade do crescimento diferir batante de uma espécie para outra. Entre seus inimigos registrados no Brasil podemos mencionar o cerambycideo Diploschema rotundicolle, Serv., a diaspinea Pin-naspis minor Mask. (Hemichionaspis minor, Mask). e um Pla-typus ainda não identificado.