20 de janeiro de 2011

Planta menta

MENTA (Mentha piperata, L.).
Família das Labiadas. Existem diversas espécies de menta, mas todas possuem mais ou menos as mesmas propriedades; todas são aromáticas. Salvo a menta-poejo, que se aclimata nos campos distantes dos cursos de água, a maioria das plantas dessa espécie exige bastante umidade para se desenvolver, e algumas só crescem à margem dos riachos. Suas flores são de cor malva ou violeta, pequenas e mais ou menos irregulares, com dois lóbulos mal distinguíveis. Todas contêm mentol, às vezes até 50%, matérias minerais, tanino, ésteres, que é um composto orgânico derivado de um álcool, também chamado éter-sal, e mentona, que se obtém oxigenando o mentol. A planta é empregada como estomáquica, colerética, antispasmódica e vulnerária. Durante muito tempo atribuiu-se-lhe ação anafrodisíaca, mas as verificações hodiernas não confirmaram esta asserção e, pelo contrário, concluíram que as mentas têm antes um efeito excitante. Exceto a respeito deste ponto, a maioria dos autores concordam. Todos a recomendam, particularmente a hortelã-pimenta, que possui efeitos tônicos, excitantes, sendo o seu emprego útil contra a atonia do tubo digestivo. O mentol tem ação antisséptica e pode tmabém combater a intoxicação de origem gastrointestinal. Recomenda-se a administração da menta numa infusão na medida de 2 ou 3% preparada com a planta fresca, o que constitui bebida muito leve. O alcoolato (15 a 20 gotas numa xícara de água) resulta igualmente numa bebida muito fresca. A essência, aplicada sobre as partes doloridas, com leve massagem, alivia a enxaqueca, a nevralgia e a dor de dente. Afirma um autor que o suco da menta, associado com o do timo (tonilho ou erva-urso) e o da manjerona, acalma a irritação das picadas de mosquitos.

5 de outubro de 2010

Erva de pulga

ERVA DE PULGA (Plantago psyllium, L.).
Família das Plantagináceas. É uma planta herbácea anual, com uma haste ramificada e flores em espigas ovóides ou globulosas. Os grãos são pequenos, escuros e lustrosos. A planta contém uma mucilagem, além de prótide, lípide e matérias minerais. É cultivada na França, Itália, Espanha, Alemanha e no Marrocos. Ütil como laxativo, mas sobretudo como emoliente e emulsivo.

Filed under: Erva de pulga,Medicinais ervas — admin @ 23:12 Tags:,

25 de junho de 2010

Ervas medicinais Coajerucu

COAJERUCU (Xylopia frutescens, Aubl.).
Família das Anonáceas. Arvore pequena, crescendo até 7m de altura e pequeno diâmetro, folhas alternas, oblongas, cálice gamosépalo, pétalas lineares e estames indefinidos; o fruto c uma baga obo-vóide, pequena, contendo duas sementes. Fornece também madeira de cor brancacento-castanha, própria para obras internas, cabos de instrumentos agrícolas, carpintaria, mastros de pequenas embarcações, cepas de tamancos e varas de pescar. A casca é perfumada e picante e do líber tiram-se fibras (embi-ra-de-caçador), úteis para cordoalha e cstopa; as sementes também são perfumadas, digestivas, carminativas, estimulantes da bexiga, aconselhadas nos casos de emagrecimento rápido e debilidade, acompanhados de tosses e dores nas costas; também servem para combater o reumatismo, a picada de cobras, o mau hálito e a cárie dos dentes. No passado, conforme experiências realizadas, verificou-se a sua extrema utilidade para o tratamento das afecções catarrais das membranas mucosas e, particularmente das vias urinárias; muito eficazes contra a leu-corréia e as eólicas do estômago.

1 de dezembro de 2009

Propriedades medicinais

Propriedades medicinais

É utilizada na cura de úlceras de toda especie. Há também a variedade punctígera (B. punctigera, DC), de folhas castanho-pubesecntes na página inferior. Vegeta especialmente ñas margens dos rios e dos lagos. Os Estados do Brasil, onde é grande sua producáo, sao a Bahia até o Rio Grande do Sul, incluindo Minas Gerais. A outra especie B. notosergilla, Griseb, também medicinal, é antidiarréica e muito útil para combater a congestáo do fígado. Consta que também é utilizada contra o reumatismo muscular e também na forma de banhos, para os leprosos.

14 de agosto de 2009

Propriedades medicinais

Propriedades medicinais

Há muito tempo que é usada também contra o reumatismo crônico. Antigamente foi usada para fazer crescer os cabelos. Tal propriedade, ao que parece, não está confirmada, mas há médicos que a utilizam ainda como febrífugo e colagogo, seja sob a forma de tintura ou de alcoolatura.

24 de julho de 2009

Propriedades medicinais

Propriedades medicinais

A raiz é febrífuga e sobretudo antireumática; o carvão da bétula pulverizado é útil no tratamento da disenteria e da dispepsia, sendo também antisséptico.