20 de janeiro de 2010

CATINGA DE NEGRO

CATINGA DE NEGRO

CATINGA-DE-NEGRO
(Çleome gigantea L.). Família das Caparidáceas. Arbusto sublenhoso, até 3m de altura, caule simples ou pouco ramificado, raminhos aveludado-pubescentes, inermes, viscosos; folhas alternas, longo-pecioladas, 7-partidas, grandes, verde-claros, hirsutas nas duas páginas, compostas de folíolos lanceolados, agudos ou acuminados; flores verdes, de sépalas compridas, lineares, curvas; o fruto é uma cápsula muito longa e fina, contendo numerosas sementes. Útil na cura do reumatismo e das paralisias; fornece matéria tintorial vermelha e passa por ser tóxica.

22 de dezembro de 2009

Cultivo planta

Cultivo planta

Originaria da Europa, da Asia Menor e de Marrocos, foi introduzida no Brasil há muitos anos, principalmente ñas regioes elevadas dos Estados do Rio de Janeiro até o Rio Grande do Sul. É muito atacada pela taturana, ou seja a lagarta cujo nome científico é Podalia chrysocoma, Herr Schaff e pelo coleóptero Loxopyga jlavo lienata, Mann. Fornece madeira de alburno branco bem delimitado e cerne castanho com diversos tons, o qual, com o passar dos anos, torna-se escuro, quase preto.

26 de setembro de 2009

Planta curativa

Planta curativa

Contém cardol e ácido anacárdico sendo, portanto, antisséptico, vermífugo e vesicantes e inflama-se ao contacto com o fogo. É útil também para a cura de eezemas e da lepra, assim como outras moléstias da pele.

12 de setembro de 2009

Cultivo planta

Cultivo planta

O rizoma tem ainda utilidade, quando reduzido, depois de espremido é transformado em uma pasta empregada para apressar a solidificação dos ossos fraturados, motivo pelo qual a planta em causa tem os nomes de liga-osso e liga-liga. É muito cultivada nos Estados do Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Já os Guaranis a conheciam e lhe davam vários nomes como caapiá-assu, Taropé.

8 de setembro de 2009

Caiapiá verdadeiro

Caiapiá verdadeiro

CAIAPIÁ-VERDADEIRO
(Dorstenia brasiliensis, Lam.). Família das Moráceas. É uma planta herbácea e perone de rizoma cilíndrico, ovóide, curto, perfumado, fibriloso, cinéreo aroarelado, escamoso na parte superior e altamente medicinal, principalmente quando ainda em estado natural, perdendo as propriedades à medida que vai secando.

27 de julho de 2009

Cultivo planta

Cultivo planta

Há, na Europa, vinte e três espécies cultivadas. A raiz é indicada como drástico e também na leucorréia, hidropisia e afecções herpéticas. As flores quentes e untadas de óleo são maturativas. A raiz, que é espessa e suculenta, contém um produto resinoíde de fécula. Esta planta é recomendada no tratamento de eólicas abdominais, diarréias, disenteria, enfermidades sifilíticas. O povo conhece a bonina pelos nomes de “maravilha” e “boi-noite”.