16 de agosto de 2010

Plantar couve flor

Couve-penca ou couve-de-espanha, também chamada couve-madeira: folhas próximas, talos muito brancos e carnosos, forma “cabeça” frouxa e é muito boa para a mesa.

Couve-ramosa-do-potou: folhas numeorsas e grandes, empregadas na França para fazer um tipo de caldo verde. Cultivada em São Paulo como forragem. Sua produção neste Estado é de 70 a 75.000 quilos por hectare.

Tronchuda-portuguesa ou couve-penca-de-chaves, também chamada Troncha: folhas próximas, fortemente nervadas e com as margens onduladas, forma “cabeça” pequena e pouco compacta.

Villariça: folhas largas, nervuras muito grossas, brancas e tenras. — Estão, pois, reunidas aqui todas ou quase todas as variedades do primeiro grupo que se acham em plena cultura no Brasil. A couve pode ser atacada por várias espécies de fungos e insetos, como “percevejo-dos–feijões”, “hérnia-da-couve”, e seus nomes populares. Todas as demais couves estão sujeitas àqueles elementos destruidores. Como nos demais países do globo, no Brasil, o consumo da couve em todas as suas variedades é muito intenso. Na realidade, é prato quase obrigatório cm todos os recantos do nosso país.