25 de fevereiro de 2011

Pirole

PIROLE (Pyrola rotundijolia, L.). A pirole é planta vivaz, isto é, não-anual e que pode durar anos. É encontrada nos terrenos esponjosos. Pertence à família das Piroláceas, vizinha das Ericáceas, de que faz parte o tojo ou urze. Nas Américas existe outra espécie com as mesmas propriedades da européia: é a pirole de umbela. A “Revue de Phytothérapie”, num artigo do Dr. Decaux, informa que a planta é usada há muito tempo e que tem propriedades análogas às da uva-ursina. As análises químcas revelaram que a pirole contém açúcar de cana, glicosido e arbutina. Durante a dissecação os componentes da planta não se modificam muito, pelo fato de encerrar pouca substancia fermentante. Com a arbutina foi encontrada na pirole a ericolina e uma flavona, a quimafilina. Graças à sua composição química a planta encerra propriedades diuréticas acen-tudas. Usada sob a forma de extrato fluido na dose de 15 a 20 gotas duas vezes por dia, antes das refeições, a pirole deu resultados tangíveis, particularmente diuréticos. Pode também ser utilizada como infusão, em 5 por mil, na dose de duas ou três xícaras diárias.

Filed under: Pirole,Plantas medicinais — admin @ 1:18 Tags: