29 de janeiro de 2011

Nenufar planta

NENUFAR (Nymphea alba, L.).
Família das Ninfeá-ceas. O nenúfar-branco é planta ornamental que enfeita, na Europa, a maior parte dos logradouros públicos onde existam tanques ou espelhos d’água. Suas folhas são ovais, mas são as flores, de muitas pétalas de barneura imaculada, que constituem, principalmente, a beleza dos jardins e passeios, nas margens dos lagos e tanques. Em Medicina empregam-se as flores secas e as raízes, que são bastante grossas, semelhantes a um braço, e muitas vezes divididas. É conhecida também sob o nome de líric–dos-lagos ou lua-da-água. A raiz encerra tanino, ácido gálico, amido, sais e ácidos vegetais. A flor tem propriedades ligeiramente narcóticas e a raiz é mucilaginosa, calmante e emoliente. Mas desde os tempos antigos se atribui ao nenúfar as virtudes de “destruidora do amor”, e mesmo Plínio a recomendava como remédio para dissipar as insônias eróticas, afirmando-se até que os eremitas egípcios utilizavam a planta a fim de poder melhor suportar os rigores do celibato. Muitos médicos modernos zombavam desta virtude, mas outros que também não acreditavam nela acabaram comprovando a eficácia do nenúfar, inclusive em viúvas moças que se sentiam atraídas a práticas de atos que a consciência lhes reprovava. .. De modo geral elas foram curadas em menos de quinze dias, ficando livres da excitação sexual. Assim, o nenúfar teve confirmada a sua ação anafrodisíaca. Outros autores recomendavam a planta no tratamento das doenças dos rins e da bexiga, e na disenteria. A tisana de nenúfar dá resultado nas insônias, no delírio e nas perturbações do espírito. Com suas flores pode-se obter uma infusão calmante e béquica. As folhas frescas aplicadas sobre as feridas ajudam a cicatrização.

Filed under: Nenufar,Plantas medicinais — admin @ 19:17 Tags: