26 de janeiro de 2011

Beneficios do milho

O grão torrado constitui sucedâneo do café e tem efeito laxativo. Para prepará-lo, tomam-se os grãos maduros, fazendo-os torrar como o café, e moê-los a seguir como o café. Duas ou três xícaras pequenas da beberagem feita com esse pó, depois de coada, evidentemente, tomadas de manhã em jejum, com açúcar e leite, durante quatro dias consecutivos, é remédio interessante para as pessoas que sofrem de prisão de ventre e de hemorróidas. É muito conhecido o uso que se faz das brácteas (palhas da espiga) para colchões e enxergas; as suas hastes queimam bem, depois de secas, e o sabugo da espiga tem a propriedade de absorver a umidade do ar (são higros-cópicos). Do milho se faz igualmente um xarope muito suavi-zante nos casos de defluxo e rouquidão. Prepara-se da seguinte maneira: cozinhar três ou quatro porções de grãos de milho em dois litros de água, até reduzi-la à metade, mexendo com uma colher de pau. Deixar esfriar, depois amassar e passar numa peneira fina. Põe-se de novo ao fogo, brando, adicionando-se 750g de açúcar, em panela de cobre, e deixa-se engrossar até à consistência de xarope.

25 de janeiro de 2011

Cultivo do milho

MILHO (Zea mays, L.).
Família das Gramíneas. O milho também recebe o nome de trigo-da-turquia. Tem folhas largas e produz espigas macho e fêmea, que atingem cerca de 20cm de comprimento e até mais. Em Medicina o que se utiliza são os estigmas, ou cabelo-de-milho. Suas propriedades não eram conhecidas na antigüidade, pois somente a partir de 1879 é que há notícias sobre a sua ação terapêutica. O uso mais simples da barba-de-milho é feita em decocção, mas a experiência demonstrou que a eficácia do produto varia entre 5 e 30, segundo as características do terreno que o produz e o modo de sua cultura. Por isso, o milho também é empregado em forma de extrato, com a seguinte receita: milho, 25g (extrato), xarope de açúcar (melado), 275g. Deixa-se dissolver quente. Tomam-se de 2 a 4 colheradas de sopa por dia. Cada colher representa o equivalente a uma xícara de tisana preparada com barba-de-milho de boa qualidade. O milho contém, na sua barba ou estigma, sais de cálcio e de potassa, glúcide, estereoma e ceras que o tornam diurético e colagogo. O grão é alimentício, mas a sua farinha não é panificável. Ela não contém nicolato, reusltando daí ficarem sujeitos aos perigos da pelagra aqueles que consomem exclusivamente esse alimento. O grão contém glúcides, prótidos, reina e lípidos.