7 de março de 2013

Plantas medicinais para insônia

Vejamos agora as diferentes condutas terapêuticas naturais para a insônia.
Plantas noturnas.
As plantas empregadas para conceder doces sonhos são extremamente numerosas, o que impede de listar todas aqui. Assim, nos contentaremos em citar as mais conhecidas:

Tília e Melissa.

Duas planti-nhas úteis em casos de nervosismo e ansiedade. Das duas, a me-lissa é a mais conhecida. No interior do Brasil também a chamam de “cidreira de moita”. A tília é excelente sedativo e calmante para os nervos. Uma mistura de raiz valeriana e tília produz um chá que entre as ervas curativas é dos mais eficazes no combate à ansiedade.

Filed under: Melissa planta — admin @ 16:07 Tags:,

19 de janeiro de 2011

Melissa planta medicinal

MELISSA (Melissa officinalis, L.).
Família das Labia-das. Sob o nome de melissa e de erva-cidreira é conhecida essa planta. É vegetal aromático, de cheiro muito característico que a torna facilmente reconhecível. Cresce ao longo dos caminhos. Suas folhas são de um verde-claro e suas flores são de cor branca, que quase não aparecem à vista por ficarem mais ou menos escondidas sob a folhagem. É chamada também citronela, por causa de seu odor e sabor semelhantes aos da cidra. A planta encerra tanino e um óleo essencial que contém citro e citronela, mas se forem colhidas as suas folhas após a floração elas exalam um odor a percevejo. Toda a planta é antispasmódica, cordial, sedativa, digestiva, estomáquica, anticefalálgica, vulnerária, car-minativa e estimulante. É indicada contra as digestões difíceis, as eólicas nervosas, as vertigens e os zumbidos no ouvido. Serve de base à água de melissa. Recomenda-se o seu emprego sob a forma de infusão (25 a 50g por litro de água, 3 a 4 xícaras por dia). A melhor fórmula de água de melissa, que pode ser facilmente preparada, é a seguinte: colocar numa vasilha de louça 3 litros de álcool a 30?, junto com 500g de brotos floridos de melissa, 125g de cascas de cidra, 15g de angélica. Depois de deixar macerando durante 10 dias, passar com força num de linho fino c adicionar ao líquido assim obtido 200g de coriande, 40g de nóz-moscada, 40g de canela, e 5g de cravo–da-índia. Deixa-se descansar e filtra-se o produto, restando apenas depois conservá-la em garrafas. A receita é recomendada por Fleury de la Roche.