18 de janeiro de 2011

Leguminosas meliloto

MELILOTO (Melilotus ojjicinalis, Lam.).
Família das Leguminosas. O meliloto é uma Papilionácea, de flores amarelas ou brancas em cachos alongados, pendentes, de folhas trifolia-das e vagens curtas. A planta contém ácido cumárico, que se torna a cumarina pela perda de água. É adstringente e cicatri-zante. As flores são muito procuradas pelas abelhas, sobretudo por uma espécie russa. Quando a planta fica embolorada pode causar, no gado, hemorragias que são conhecidas pelo nome de “doença do meliloto embolorado”, o que é devido a um princípio contido no vegetal denominado dicumarol. É antispasmó-dico de eficácia comprovada, antisséptico, adstringente, carmi-nativo e béquico, sendo empregado também para a insônia, as digestões difíceis e contra a febre intermitente. No uso externo é indicada sob a forma de infusão, na medida de 15 a 30g de brotos floridos num quilo de água. Para uso externo, recomenda-se a infusão de 30 a 50g por litro de água, para loções, nos casos de conjuntivite e de eritema cutâneo.