22 de novembro de 2010

Planta grama

GRAMA (Ophiopagon Japonicus Ker Ganv.).
Família das Gramíneas. A grama é planta adventícia, da qual os lavradores têm dificuldade de se livrar nas suas plantações de cereais, pois suas raízse contêm nós. A planta assume, às vezes, uma coloração azulada. Há duas variedades de grama, a grande e a pequena. A primeira contém mais açúcar que a outra. É planta cujas propriedades são conhecidas há longo tempo, desde a mais remota antigüidade. Dioscóride a empregava para dissolver os cálculos renais. Tem efeito diurético, emoüente e refrescante. É recomendada uma beberagem preparada com a grama, sob a fórmula seguinte: cozinhar durante um minuto 30g da planta, numa quantidade suficiente de água. Despejar essa água, que adquire sabor muito amargo. Bater a grama assim umedecida para quebrar a casca dura e fibrosa, levar ao fogo novamente, na medida de 1.250g de água e deixar reduzir a um litro. Retirar do fogo, deixar esfriar e filtrar, obtendo-se assim uma bebida mais agradável ao paladar, desde que se lhe adicionem umas gotas de limão. A grama administrada aos cavalos, à razão de 3 quilos por dia, tem efeito refrescante e se o tratamento é prolongado durante alguns dias (15 dias) os seus pêlos tornam-se brilhantes e sadios. A mistura de um montão de grama com cal fornece um excelente adubo. Nos anos de penúria pode-se usar a mistura de farinha de grama com farinha de trigo para o fabrico de pão. Com os rizomas produz-se uma cerveja bastante agradável ao paladar e muito salutar.