9 de outubro de 2010

Escada de jaco

ESCADA DE JACÓ (Polemonium coeruleum, L.).
Família das Polemoniáceas. Planta cespitosa e glabra ou viscoso–pubescentes, de caules eretos, simples até 60cm de altura, com folhas alternas, pinatisectas, segmentos ovais ou oval-lanceola-dos, acuminados ou agudos, inteiros ou divididos, com flores azuis, numerosas, dispostas em corimbo compacto no ápice dos caules, cálice aberto, 5-dentado, corola três vezes mais comprida que o cálice. É originária da Ásia boreal, sendo também muito cultivada na Europa, pelas ótimas qualidades terapêuticas que encerra. Esta espécie é bastante mucilaginosa, amarga e com mau cheiro. Reputadíssima como diurética, anti-sifilítica, e útil contra a hidrofobia. Atualmente é cultivada mais como ornamental, inclusive no Brasil. Suas variedades floris-albis e grandijlorum, a primeira com flores brancas e a segunda com folhas misturadas de amarelo e verde. A espécie mais cultivada, ou melhor, a variedade mais cultivada é a anã, de flores grandes.