16 de julho de 2010

Consolida major

Consolida-major.
(Symphyíum officinale, L.). Família das Borragináceas. É uma erva vivaz, cespitosa, de rizoma grosso e raízes fusiformes, fasciculadas, caules eretos, vigorosos, ramosos, eriçados, ásperos, angulosos e alados, crescendo até 80cm. Planta essencialmente medicinal, sendo que a raiz é semelhante ao espargo, adocicada, mucilaginosa, emo-liente e adstringente. Contém ácido galo-tânico e “simfitocino-glossina”, sendo muito eficaz na cura das diarréias, da disen-teria, das hemoptises e outras hemorragias, principalmente em se tratando dos pulmões. A cinza também é encontrada nas raízes. De sua madeira extrai-se tinta vermelha que serve para tingir peles e muito usada na indústria de tecelagem para tingir lãs. É cultivada em vários Estados do Brasil, especialmente no de São Paulo. Foi introduzida no país há muitos anos e é originária da Europa. Em São Paulo é muitíssimo usada como forrageira. Tem as variedades luteo-marginatis e variegatwn. A luteo-marginatis é muito ornamental. Suas folhas oval-agudas ou oblongo-lanceoladas, acuminadas, um pouco onduladas, decrescentes na base para o ápice, as superiores sésseis e as outras atenuadas em pecíolo tanto mais compridos quanto mais inferiores, sendo as radicais amplas. Suas flores são brancacen-tas, tubulosas, muito grandes, amareladas ou violáceas, pêndulas e dispostas no ápice dos ramos em cimeiras geminadas curtas e escorpióides; o seu fruto é composto de quatro aquê-nios lisos e vernicosos. É conhecida também como consolda–maior, erva-do-cardeal.